PRODUÇÃO DE PENTEADOS E MAQUIAGEM PARA TODOS OS EVENTOS

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

O sapato ideal para cada tipo de pé

Aprenda a escolher o modelo ideal de sapato para o seu tipo de pé e alie conforto à beleza

Por Carolina Porne

Sapatos

Foto: Divulgação

Pé com o peito alto

Certo Sapatos com o peito mais aberto, como escarpim, sapatilha e rasteirinha. Dica: use com saia evasê. Errado Clogs (os novos tamancos de madeira) e sapatos com tiras no peito, que apertam!

Sapatos

Foto: Divulgação

Pé chato

Certo Sapatos de salto médio (deixe os mais altos para usar só em festas). Dica: este salto é bem confortável. Errado Calçados sem salto, como rasteirinhas e tênis sem amortecimento. Pé chato precisa de um saltinho!

Sapatos

Foto: Divulgação

Calos

Certo Modelos de bico quadrado e que não fiquem raspando no calo. Dica: Proteja o calo de atritos. Errado Sapatos de bico fino, sem forro ou com tirinhas que "pegam".

sapatos

Foto: Divulgação

Micose

Certo Prefira os abertos e forrados de material natural, nunca sintético. Dica: aposte nos modelos abertos. Errado Enquanto o problema persistir, aposente as botas.

sapatos

Foto: Divulgação

Calcanhar rachado

Certo Sapatos abertos com salto baixo, clogs e sandálias plataforma. Dica: deixe o calcanhar respirar. Errado Modelos fechados ou de material sintético, como verniz ou plástico. Evite atrito no calcanhar!

sapatos

Foto: Divulgação

Joanete

Certo Modelos abertos, com bico quadrado ou meio arredondado. Dica: gladiador não aperta a joanete. Errado Bico fino! Além de machucar, ele piora seu problema.

sapatos

Foto: Divulgação

Varizes

Certo Calçados com salto de até 2 cm, que ajudam na circulação. Dica: salto baixo pode ser um charme! Errado Sapatos com salto bem alto (que pioram as varizes) ou sem salto, como as rasteirinhas.

sapatos

Foto: Divulgação

Dedos longos

Certo Calçados fechados de forro macio e bico mais largo, que não esmague os dedos. Dica: modelo boneca é o ideal. Errado Rasteirinhas, peep toes, sandálias gladiador e modelos de bico fino, que destacam os dedos.

Sapatos

Foto: Divulgação

Pé gordinho

Certo Opte por um modelo mais fechado no peito do pé, como as botinhas de verão. Dica: ficam lindas com saia lápis. Errado Peep toes, sandálias gladiador e modelos plataforma. Evite deixar a lateral do pé à mostra!

Em busca do biquíni perfeito: 88 opções da BOA FORMA

Na imagem acima modelos da Riachuelo (1), Líquido (2), Suncoast para C&A (3), Renner (4) e Prisma (5) - Foto: Reprodução/BOA FORMA

Encontrar uma boa peça de moda praia para arrasar nas areias nem sempre é tarefa fácil. O site da revista BOA FORMA traz uma seleção de modelos quentíssimos para o verão 2011, imperdível! Clique para ver: 88 biquínis para deixar você linda!

Reunimos também uma seleção de dicas da revista CLAUDIA para escolher um modelo que valorize o seu tipo de corpo:

Corpo tipo triângulo Seios pequenos ou médios e quadris largos Aposte em listras verticais, que convidam o olhar a fazer movimentos para cima e para baixo e têm o poder de afinar e alongar a silhueta. Outra dica de sucesso é o top tipo frente-única, amarrado no pescoço. Ele aumenta visualmente a largura dos ombros e, em consequência, “afina” os quadris.

Corpo tipo triângulo invertido Seios avantajados, pouco quadril e bumbum Aposte no sutiã tipo cortininha com alças largas, pois ele segura melhor o volume, sem da a impressão de que o peito está “transbordando” na peça. Cores escuras e estampas miúdas fazem o busto parecer menor. Faça uma combinação de parte de cima escura e calcinha mais chamativa, em tons cítricos ou estampas grandes, por exemplo.

Corpo tipo oval Seios grandes e barriga proeminente Calcinhas com cós em faixa ou dobrado, de preferência um pouco abaixo do umbigo, ajudam a disfarçar a barriga sem “estrangular” as gordurinhas. O decote tomara que caia, se for bem estruturado, pode ser uma boa opção para chamar atenção para o rosto, desviando o olhar dos “defeitinhos”.

Corpo tipo quadrado Seios pequenos, pouco quadril e bumbum Os sutiãs com efeito “push up”, ou seja, com fecho na frente, aproximam os seios e desenham o colo. Modelos com bojo funcionam sempre para as magrinhas. Para trazer mais volume ao corpo, aposte em peças cheias de detalhes como drapeados, babados, lantejoulas ou aplicações de pedrarias.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Produção de Penteados e Make: Sandra Alcântara

Perigos de usar make de baixa qualidade

Perigos de usar make de baixa qualidade

A necessidade de comprar uma boa maquiagem não existe somente pelo efeito visual que ela vai causar. Um produto de baixa qualidade pode trazer problemas maiores.
A dermatologista Adriana Cristina Caldas, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia explica que a principal consequência de usar uma maquiagem de baixa qualidade é alergia/irritação na pele. Se o problema persistir ou se tornar mais grave pode inclusive deixar a pele manchada.
A dica de Adriana é que na hora de comprar o produto prestemos mais atenção a procedência dessa maquiagem do que a outros fatores como o preço baixo, por exemplo. "Damos preferência às maquiagens hipoalergênicas, isto é, com menor chance de dar uma reação alérgica. Depois, devemos escolher uma maquiagem adequada para cada tipo de pele. Por exemplo, pele oleosa requer maquiagem "oil free", pele seca já pede algo mais hidratante com vitaminas".
Caso note algum tipo de irritação, a primeira coisa a fazer é suspender imediatamente o uso de todos os produtos usados na pele e usar somente uma água termal, na sequência procure um dermatologista.
Olhos
Irritações nos olhos também são bastante comuns, afinal de contas esta é uma área muito sensível e que recebe muitos produtos ao mesmo tempo. O oftalmologista da Clínica de Olhos, Dr. Leonardo Carvalho também indica cuidado na hora da compra e explica que a sombra utilizada nas pálpebras, por exemplo, se não for bem escolhida, pode gerar irritações e desconforto. "Nos casos mais graves, a pessoa pode ter blefarite, uma inflamação nas glândulas desta região. Eventualmente a inflamação pode afetar a visão se não for bem diagnosticada".
Depois do uso, a remoção total do make-up é algo de extrema relevância: "É importante retirar por completo a maquiagem com água morna e shampoos neutros, além de produtos específicos como os demaquilantes. É importante salientar que a pessoa deve evitar dormir com a maquiagem. Tal costume pode acarretar coceiras, reações alérgicas, conjuntivite e outras irritações", aconselha.
A dermatologista completa dizendo que para pele, o simples fato de tirar a maquiagem antes de dormir também pode evitar muitos problemas. Ela explica que se a maquiagem fica a noite toda em contato com a pele ela obstrui os poros levando mais facilmente a formação de cravos e espinhas.
Na hora de escolher o produto adequado para tirar a maquiagem, vale a dica do tipo de pele. "Se alguém com pele oleosa usar um produto inadequado, por exemplo, com muito óleo, poderá aparecer lesões acne (espinhas)".
Por: Larissa Alvarez - Fonte: Site Cyberdiet